sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Ontem a noite


Ontem a noite
(Débora Acácio 19/10/2012)

Ontem a noite
A sua voz arrepiou meu corpo
O seu timbre estremeceu minha alma
A minha imaginação aumentou meu tesão
E te amei com toda minha paixão

Ontem a noite
Deixei sentir o toque suave de suas mãos
O gosto gostoso, molhado e demorado de seus beijos
O arrepio de prazer de sentir você em mim
De me sentir em você

Ontem a noite
Alguma coisa de você
Mesmo longe, mesmo distante
Ficou marcado em mim

Não sei se foi o beijo tão esperado
O abraço apertado
Ou a vontade de te ter ali ao meu lado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre, sente, leia e viva a poesia...
Desde já agradecendo o doce carinho de seu comentário
Debby :)