quarta-feira, 4 de julho de 2012

Das minhas Primaveras


Das Minhas Primaveras
( Débora Acácio 03/10/2011)
 
Muitas vivi
Sorri e igualmente sofri...
Mas de todas elas
Nenhuma como esta eu vivi
 
De todas as minhas primaveras
Como as flores
Me despetalei
E em cada outono meu
Nas janelas de minhas escolhas
Um pouco de meu  eu lá se recolheu,
Se encolheu.... Feneceu...
E um outro novo
Floresceu!
 
De todas as minhas primaveras
Ahh meus perfumes..
Meus aromas.. mas sei que nenhum
Como o seu hei de novamente
encontrar!
 
Publicado no Recanto das Letras sob o Código T3255173

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre, sente, leia e viva a poesia...
Desde já agradecendo o doce carinho de seu comentário
Debby :)