sexta-feira, 13 de abril de 2012

Beije-me





Beije-me
( Débora Acácio 13/04/2012)

Diz-se hoje ser o dia do beijo..
Mas se estamos algumas horas,
Nos dias, nos meses e anos a beijar
Não me resta outro remédio
A não ser te implorar
Beije-me

Agora..
Depressa
E quando me beijar
Faz-me um favor?
Se demora
Num beijo lento
Molhando com aquele gosto
De beijo inacabado

Beije-me
E vamos errar por várias
e demoradas vezes
Até o jeito, o tempo
E o beijo acertar

Esse beijo.
Moleque, faceiro
Humm e ousado
Que só de olhar
Dá essa vontade
De beijar

Beije-me
E faz-me de sua flor
Sentindo o meu aroma
E sinta o frescor
Ascender suas mais
escondidas fantasias

Mas não se demore
O poema está afindar
A lua a nos convidar
vem... vem
Me beijar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre, sente, leia e viva a poesia...
Desde já agradecendo o doce carinho de seu comentário
Debby :)