terça-feira, 24 de abril de 2012



NÃO SOU! SIM, EU SOU
(DÉBORA ACÁCIO 07/02/2011)

Não Sou..
Só uma mulher feita de carne e para carne
Só um belo par de coxas...
Só uma formosa e sensual montanha
de curvas a insinuar...
a incendiar as laberedas
de um tolo erotismo
e no outro dia no alvorecer
ver tudo desaparcer

Sou...
Sim sou...
Humana..
Mulher...
Feita de carne, mas que pensa,
que fala e que muitas
e muitas vezes mais se cala.
Escreve o que sente,
o que sonha,
o que deseja...
o que espera..
Que se apaixona..
Que no amor .. espera...
No medo se desespera
mas cria coragem
De dizer que somente
para desejos não é mulher

Que possuo lábios
Não só para beijos
Mas para conversas, frases,
diálogos inteiros.
Minhas experiências me ensinaram
que podem de mim tudo levar
Menos a chance de a cada novo
dia tentar ser mais feliz.
Me reiteirando a cada dia
Me silenciando a cada dia
Me compreendendo a cada dia
Metade de mim é assim
A outra metade está em constante e
eterna....
Construção.
 


2 comentários:

  1. Eita... o clima tá quente por aqui...
    Menina, EU AMEI!!!
    Adoro!!!
    Adoro ser mulher (ainda que com o dedo podre - rsrsrsr). Adoro ser linda... kkkkkkkkk
    Debbyzinha, você arrasou!!!
    Beijo grande e muito, muito, muito obrigada pelo carinho de sempre!!!
    Cinthya

    ResponderExcluir
  2. Oi Ciii
    Que mané dedo podre o que, mulher ?
    A verdade é uma só e absoluta os homens estão ficando miopesss e não estão enxergando agente.
    Magina !!
    Duas preciosidades que nem nós, rarissimas, lidissimas não pode nunca ter dedo podre.
    Podemos sim, ficar ceguetas de vez em quando rsrsrs
    Brigadin pela visita
    Bjs
    Debby :)

    ResponderExcluir

Entre, sente, leia e viva a poesia...
Desde já agradecendo o doce carinho de seu comentário
Debby :)