domingo, 29 de abril de 2012



Estou aqui...

Débora Acácio
 

Sim...
Estou aqui...
Como uma lacuna
É o tempo desde que você de mim partiu...
Hoje rogo aos céus para nos fenomenos da natureza
me transformar e assim de alguma forma
Junto a você sei que poderia estar...
Como o vento que corre célere pelo espaço
Como a água que te banha e te banhando
te tocaria... te arrepiaria...
Mil tavessuras embaixo no teu chuveiro
Aprontaria.
A minha ousadia para estar perto de você
é tamanha que até em seus sonhos me transformaria
para estar em seus pensamentos, suas fantasias...
E como brisa calma e suave
Em seu rosto.. seus cabelos passaria
E ai seria o próprio tempo e congelaria...
Parava... e do teu lado não mais me afastaria
 
Ahhh...
Sim..
Estou aqui..
Querendo ser seus dias...
seus meses, seus anos..e assim
de alguma forma da tua rotina,
Da tua vida...
Do teu dia a dia participaria
 
Sim...
Estou aqui..
Esperando..
Hoje.. amanhã..
E depois.. e depois..
Mesmo que nem notes a minha existência...
A minha resistência..persistência..
Porque descobri que te amo
do verbo TE AMAR !
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre, sente, leia e viva a poesia...
Desde já agradecendo o doce carinho de seu comentário
Debby :)